Anticristo (Antichrist)

Anticristo2009_poster

Anticristo (Antichrist, 2009 – 109 min)

Direção: Lars Von Trier.
Roteiro: Lars Von Trier.
Elenco: Willem Dafoe, Charlotte Gainsbourg.
Gênero: Terror

Sinopse: Anticristo conta a a história de um casal que se muda para um lugar isolado após a morte do seu filho. Após algum tempo coisas muito estranhas começam a acontecer no local e a vida do casal poderá ficar ainda pior do que estava.

Extramamente chocante e sem pudor, poderia resumir assim o mais novo filme do cineasta dinamarquês Lars Von Trier (Dogville, Manderlay). Mas quem sou eu para diminuir em duas palavras uma obra tão polêmica e apavorante como “Anticristo (Antichrist)“. Este filme mexeu tanto comigo que confesso não saber nem como classificá-lo.

Anticristo mostra a história de um casal que decide se mudar para uma cabana isolada, no meio do nada, após a morte de seu filho. Enquanto ele tenta usar psicologia para ajudar a esposa que está se entregando a dor e ao desespero, coisas estranhas começam a acontecer.

Um trabalho extramamente corajoso da dupla de protagonistas
Um trabalho extramamente corajoso da dupla de protagonistas

Se o início já é digamos ‘diferente’, onde vemos cenas em preto e branco, câmera lenta e uma fotografia belíssima (com direito a sexo explícito e tudo mais), o que dizer quando começam a ser exibidas cenas de tortura pornô? E vou admitir que tiveram partes que foram muito complicadas de se ver, em uma delas eu confesso não ter tido coragem de olhar. Com o perdão da palavra é foda!

O trabalho dos dois atores Willem Dafoe (O Duende Verde de O Homem Aranha) e da Charlotte Gainsbourg (21 Gramas) é corajoso ao extremo. Definitivamente é um filme complexo e totalmente fora dos padrões comerciais do cinema. Muita gente saiu abismada ao ver este filme em Cannes e mundo afora. E não é pra menos, tem algumas passagens que ficaram cravadas aqui em minha mente, e imagino que essa era a intenção.

O Caos Reina (Desespero)
O Caos Reina (Desespero)

E o que mais me deixou com medo é imaginar que existem pessoas com pensamentos tão insanos e sádicos como Lars Von Trier por aí. Se eu o ver qualquer dia desses passando na rua eu atravesso pro outro lado. Lars é fã do livro homônimo de Friedrich Nietzsche e escreveu o roteiro num momento que estava imerso em angústias e depressão profunda.

Se eu soubesse exatamente o que me esperava pela frente (ou tivesse uma máquina do tempo) eu preferia não ter assistido Anticristo. E não digo isso por não ter gostado do filme ou por ter visto defeitos nele. Na verdade eu nem sei classificar se é um filme bom ou ruim. Só posso dizer que é uma obra incrivelmente corajosa e sem nenhum resquício de pudor, chocar é sua palavra de ordem. Comigo funcionou, eu tenho medo de Lars Von Trier.

21 comentários sobre “Anticristo (Antichrist)

  1. Pingback: Marcio via Rec6
  2. É. Vou esperar o script “sair” na net pra saber o que acontece na história. Cenas fortes costumam ficar na minha cabeça por muito tempo e acabam me incomodando.

    Curtir

  3. Porra man, sem classificação é foda.
    ehehehheheeh
    Esse tá aqui no meu hd, mas eu to enrolando pra ver. Ainda estou com esperança de ver no cinema. A experiência de ver no cinema com a reação das pessoas deve ser mais legal.
    eheheheh

    Curtir

  4. O filme parece muito interessante, mas ainda não tive a oportunidade de assisitir.

    Só não gostei foi do Lars Von Trier dizer em Cannes durante a coletiva de imprensa que ele deu para divulgar AntiChrist, pretensiosamente, que ele é o melhor diretor? do mundo. Se ele realmente fosse ele estaria ouvindo isso e não afirmando. Ele é um gênio, mas não “o gênio de sua época”.

    Ando decepcionado demais com o cinema, mal tenho ânimo para ver coisas novas, passo o tempo todo revisitando os velhos mestres, Fellini, Ingmar Bergman, Orson Welles…

    Vivemos uma época pobre de gênios, as pessoas aceitam demasiadamente rápido a mediocridade, apostava muito no Tarantino, Aronofsky, mas essa geração está perdida…

    Curtir

  5. O filme até parece um drama normal, mas está fora de ser um “filme” normal, a essência da trama é relativo ao drama emocional de uma jovem que perdeu o filho, mas está um filme muito “chocante” e tem muitas cenas que irão certamente impressionar o espectador. O filme impressiona, os actores tiveram uma prestação muito boa, mas não gostei. Dou nota 3/5, porque realmente não sei que nota hei-de dar, não consigo perceber se está um filme muito bom ou se está um filme mau, a história é demasiado “estranho” e “chocante”. É sem dúvida um filme que não é adequado a todos os públicos, especialmente os mais jovens e pessoas sensíveis. Provavelmente está um filme genial, mas não gostei. Não irei aconselhar este filme a ninguém, porque tanto podem gostar muito e acharem o filme muito bom como podem detestar, será um filme bastante polémico. [por Jorge Ferreira | Jomirife]

    Curtir

    1. Jomirife, está é sem dúvidas um filme difícil de indicar mesmo. Eu achei ele muito chocante e confesso ter ficado “apavorado” em certos momentos.

      Poucas obras me deixam assim, portanto, deixo para cada um a escolha em assistí-lo ou não!

      Grande abraço pelo excelente comentário

      Curtir

      1. Marcelo, concordo, eu só digo uma coisa, não tenho mais coragem nem vontade de assistílo novamente… mas falar a verdade é preciso, aquele prologo, o menino subindo na janela, que seguencias… e que fotografia… um poema assustador.
        e a segunda metade do filme para os finalmentes… nossa chocante. incrivelmente realista e surreal ao mesmo tempo… loucura. uma viagem.
        o filme é bom, sim, dar para classificar. mas recomendar já são outros quinhentos.

        Curtir

  6. o filme realmente é apavorante e sem pudor,eu o classificaria como terror psicologico com porno cruel,pois o filme também conseguiu mexer comigo,e até então só o exorcista e o iluminado haviam feito tal façanha.mas pra quem gosta de terror e não se ofende facilmente,esse filme é imperdível !!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s