Sherlock Holmes

Sherlock Holmes (Sherlock Holmes, 2009/2010 – 128 min)

Direção: Guy Ritchie.
Roteiro: Michael Robert Johnson, Anthony Peckham, Simon Kinberg
Elenco: Robert Downey Jr., Jude Law, Rachel McAdams, Mark Strong, Kelly Reilly
Gênero: Suspense, Aventura.

Sinopse: O detetive Sherlock Holmes (Robert Downey Jr.) e seu fiel parceiro John Watson (Jude Law) envolvem-se em uma batalha contra o crime na Inglaterra, utilizando suas habilidades físicas e mentais.

 

O clássico personagem Sherlock Holmes foi criado no longíquo final do século 19 pelas mãos de Sir Arthur Conan Doyle, e de lá para cá já deu as caras em diversos romances (livros), e também em alguns filmes. Lançado ano passado lá fora, figurou em muitas listas de filmes mais esperados deste ano (nos cinemas brasileiros), e sem dúvidas faz juz à sua espera, pois trata-se de um filme que dosa bem cenas de ação, com suspense e bom humor.

Esta nova adaptação traz um Holmes (Robert Downey Jr., Homem de Ferro, Trovão Tropical)  modernizado, diferente um pouco do que a gente ‘conhecia’ dele. Ele herda suas principais características claro, como sua aguçada inteligência, suas deduções bastante lógicas de encarar os mistérios e a utilização de métodos científicos para desvendar os casos. Não poderia faltar também o seu fiel escudeiro Watson (Jude Law).

A trama segue a fiel dupla envolvida num grande mistério em uma batalha contra o crime na Inglaterra, tendo como pano de fundo o Lorde Blackwood, praticante de atividades envolvendo magia negra. Cabe aos dois tentar desvendar os mistérios ‘sobrenaturais’ por trás de diversos assassinatos.

Na linha de frente o destaque fica mesmo pra Robert Downey Jr., que interpreta muito bem o sagaz Sherlock Holmes, que traz ainda gosto por lutas e um humor bem ácido e divertido. Jude Law faz um belo trabalho também como Watson, e as cenas de “amor” (bromance como alguns gostam de chamar) entre os dois rendem também hilários momentos. Junto à dupla temos ainda a gracinha da Rachel McAdams (Te Amarei para Sempre, Intrigas de Estado) e Mark Strong (Rede de Mentiras), que trabalhou com o diretor Guy Ritchie no divertido RocknRolla, fazendo um vilão ao menos convincente.

Com boas cenas de ação (algumas usando aqueles jogos de câmera lenta e depois acelerando), pitadas de romance, bom humor e um elenco carismático trabalhando direitinho, Sherlock Holmes se mostra mesmo como uma ótima diversão. E pensando nisso fizeram o favor de reservar os minutos finais do filme (depois de todo aquele momento Scooby Doo), para deixar escancarada uma continuação. Ainda assim, é muito pouco para estragar o belo entretenimento que esta obra representa.

16 comentários sobre “Sherlock Holmes

  1. Ele e Watson não têm ABSOLUTAMENTE NADA A VER com os personagens dos livros. Parecem 2 policiais.

    Agora, se você esquecer que o nome do filme é “Sherlock Holmes”, então ele é do baralho mesmo. Eu gostei.

    Curtir

  2. #2 – Os dois tem inteligências de detetives, logo, lembra policiais, LOL. De alguma forma eles tem que tar conectado com policia. Se não o que adianta desvendar o caso.

    Mas o filme honra o tão aclamado “Sherlock Holmes”, gostei da história, problema é que parece que vai ter o filme 2 agora né.. tenso.

    Curtir

    1. Podre é essa sua opinião (que tive que editar porque tinha 2 milhões de letras “e”, pra quê eu não sei) que em nada acrescenta a discussão.

      Não gostou do filme, não tem problema, aceito numa boa, agora comentar besteira amigo, vamos ser relevantes ou ficar calados.

      Grande abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s