Lost 6º Temporada – Episódios 10 e 11

Toda essa minha sina de não conseguir acompanhar a última temporada de Lost religiosamente, vendo o mais rápido que possível o episódio da semana, só pode ter mesmo explicações mediante crenças em universos paralelos. Não tenho nenhuma outra explicação por sempre estar aqui comentando episódios em dose dupla (no último post a respeito da série foram 3 de uma só vez).

Bom, como sempre comentarei brevemente a respeito dos episódios 10 e 11. Lembrando que quem não viu ou não quer saber nada sobre eles, evite ler abaixo pois contem SPOILERS.

Episódio 10 – The Package

Manter o mesmo ritmo do episódio anterior centrado em Richard Alpert (para mim um dos melhores de toda a série) não seria mesmo tarefa fácil. Pior que eu já esperava um pouco por isso quando soube que ele seria centrado em Sun, que convenhamos, sua única utilidade é “esbugalhar” seus olhos para fora sempre que algo lhe é revelado ou está para acontecer.

Não que tenha sido daqueles episódios ruins, mas The Package não foi lá muito empolgante. Gostei, apesar disto, de algumas cenas como quando vemos a conexão de toda a trama na “realidade paralela” com o episódio de Sayd, em que ele encontra Jin depois de atirar naquele chato de galocha do Keamy.

Prenúncios de início do que parece ser o embate final com Locke Fumacinha e Wildmore e algumas cenas piegas sobre tomates e amores proibidos depois, tudo termina com a revelação do quê, ou melhor, quem é o tal do “pacote” (Package). Ainda bem que pude assistir o próximo episódio logo na sequência, com uma leve pausa para respirar…

Episódio 11 – Happily Ever After

São episódios como Happily Ever After que fazem valer a pena assistir Lost e aturar aqueles chatinhos, como o anterior. Desmond é meu personagem favorito da série e eu sinceramente não me lembro de ter assistido algum episódio centrado nele ruim. Sempre são excelentes, como este.

Desmond já acorda na ilha meio cambaleado, afinal ele era o tal pacote como foi mostrado no final do episódio anterior, e vê a sua frente Widmore. A tensão de ver seu sogro dizendo que trouxe ele a ilha não podia ser menor realmente, ainda mais por separá-lo (mais uma vez) de sua querida Penny.

Na ilha ele é forçosamente compelido a fazer parte de um experimento eletromagnético, o qual Charles Widmore acredita ser o único capaz de sair vivo dele por já ter resistido após aquela explosão na ilha. Enquanto isso, na realidade paralela ele leva uma vida cheia de regalias como funcionário do próprio Widmore, e vai de encontro a Charlie tentar convencê-lo a tocar na festa do filho do chefe, ninguém menos que Daniel.

Importante notar como na realidade paralela ele finalmente teve a tão sonhada aceitação de Widmore. Tudo bem, como empregado mais teve sim.

O mais impressionante de tudo foi ter visto finalmente uma explicação sobre os dois “universos” que caminham paralelamente, afinal, os tais flash-sideways tiveram uma explicação bombástica (vale o trocadalho).

O encontro dele com Penny também foi muito legal, pra ele ainda mais já que até desmaiou. E quando ele pede ao motorista “consegue tudo” que seu patrão lhe arrumou a lista de todos que estavam no vôo? “Eu preciso mostrar algo a eles“.

Próximo Episódio

O próximo episódio também promete por ser centrado no divertido Hugo Reyes. Ele vai se chamar “Everybody Loves Hugo“. Lembram que no início da série teve um “Everybody Hates Hugo“? Genial não?

O Lost in Lost publicou alguns vídeos e informações sobre este próximo episódio.

Só faltam agora pouquíssimos episódios para o fim e, apesar de ainda termos muitas coisas em aberto, estou gostando das explicações. Será que dava mesmo para duvidar da capacidade dos produtores em sempre nos surpreender a cada temporada?

11 comentários sobre “Lost 6º Temporada – Episódios 10 e 11

  1. rapaz, foram dois episódios quase que inuteis que devem servir lá na frente. Nao vejo a hora de acabar com isso tudo.
    Sempre bom de 2 em 2 pois dá uma sequencia melhor.

    Curtir

  2. Rapaz, eu tava achando um saco essa “linha alternativa do tempo”, mas agora começou a ficar mais interessante.

    Desmond já fez o melhor episódio (aquele que ficava indo e voltando no tempo), agora fez um dos melhores de novo.

    Curtir

  3. Desmond também virou o meu personagem preferido e minha esperança de Lost não acabar sem sentido. Agora, depois do 11 episódio, confirmou-se a importância de Heloise. Aquela mulher é o verdadeiro mistério de Lost. Como é que ela sabia que Desmond não estava pronto para Penny?

    Curtir

  4. Concordo com você Otto, é como eu disse, seus episódios são sempre sensacionais.

    Amanda você disse bem, escrevi tão rapida e sucintamente que nem falei de Heloise. Ela sempre pareceu ser “avançada” demais em relação aos outros. Vamos ver o que o futuro nos aguarda!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s