O fim de The Office?

Não faz muito tempo que lancei um post comentando sobre uma das séries que mais me fazem rir ultimamente, The Office (a versão americana). O principal motivo do sucesso do seriado sem dúvidas se tratava do imenso talento de Steve Carell que faz o hilário e impagável chefe do escritório americano Michael Scott.

That was she said!

O fato é que foi noticiado em vários locais (como no Judão por exemplo) que o ator estaria pedindo para sair (by Capitão Nascimento) e, com isso, a série teoricamente continuaria SEM Michael Scott.

Com todos o respeito aos outros atores que fazem personagens engraçadíssimos e/ou bastante carismáticos no seriado, mas The Office sem Steve Carell para mim é o fim. Ele disse que assim que terminar seu contrato não iria renovar para poder dar mais atenção à sua carreira no cinema.

Dentre os filmes que ele fez temos uma atuação como coadjuvante em “O Todo Poderoso” que lhe rendeu o papel principal na continuação “A Volta do Todo Poderoso”, temos ainda outros também bastante conhecidos como “O Virgem de 40 anos”, “Agente 86” (que está para ter continuação) e “Uma Noite Fora de Série”.

Estou certo ou alguém acha que, sem ele, tem como continuar a série com a mesma “pegada” e sucesso?

10 comentários sobre “O fim de The Office?

  1. Concordo plenamente, man! Steve Carell é um dos melhores comediantes da atualidade e o seriado sem ele não teria a menor graça. Ele na série é tão forte que fica difícil desassociar a imagem do ator a do personagem, principalmente nos últimos filmes citados aí no post.

    Curtir

  2. Acho que daria sim para continuar com The Office sem Carrel, pois quem tem Rainn Wilson, John Krasink, o cara que faz Creed está muito bem servido. O que pegaria mais era substituir o chefe da Dundler Mifflin, que teria uma tarefa complicadíssima.

    Ao contrário de Two and Half Man, que já está fraco com Charlie Sheen, não teria chances de sobreviver sem o seu protagonista.

    Curtir

  3. Caio, os personagens que você citou são fantásticos realmente, mas sem o chefe Michael Scott pra mim não está completo, não é a mesma coisa.

    Alan, valeu pelo selo, vou lá agradecer 🙂

    Curtir

Deixe uma resposta para Marcio Melo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s