[True Blood] – Night on the Sun (S03E08)

Analisando como ‘um todo’, o 8º episódio desta 3º temporada de True Blood foi muito bom e conseguiu superar o anterior, que foi bem mais ou menos. O início foi totalmente sonolento (apesar de começar com o grito estridente de Sookie) mas o final foi foda, literalmente falando.

Night on the Sun – Episódio 8, Temporada 3.

Começando mais uma vez do exato ponto em que terminou o episódio anterior acompanhamos Sookie, depois de ser salva por Bill que deu o seu sangue, repensando sua relação. Como perdoar Bill Compton depois dele drená-la até quase matá-la?

Enquanto isso Jéssica implora que seu criador tome conte dela, já que está um pouco incontrolável e fazendo algumas besteiras. Bill, aparentemente abalado com tudo que aconteceu com ele recentemente, fica meio abobalhado e inerte aos acontecimentos. Particularmente acho que Jéssica pode render mais, ela é linda, talentosa e sua personagem tem potencial.

Quem achou que os problemas de Sam haviam acabado depois dele resgatar seu irmão não contava com os impulsos agressivos do rapaz. Vai ter que dar uma de papai. Note como tudo que está acontecendo na cidade, que já foi palco de orgias e bestialidades na temporada anterior, parece folhetim novelesco. Não que seja ruim, temos momentos bem divertidos, mas o perigo e a tensão, está com Russell e sua turma de lobos.

Jason Stakehouse continua fazendo o que sabe de melhor, arrumar confusão. Enquanto se acerta e acoberta Crystal (será que ela não possui nenhum outro mistério realmente?), ele vai ter que se preparar bastante para enfrentar o pai e ‘marido’ da moça.

Mais duas cenas homoeróticos surgiram aqui para deixar o público masculino virando a cara, primeiro com Lafayette e Jesus, que foi pouco comparado com Eric e Talbot. Além da cena do vampiro viking ser mais forte, tivemos um desfecho bem surpreendente. A sua vingança já foi iniciada e, em contrapartida, ainda serviu para salvar a pele de Bill Compton que estava apanhando feito mala velha do rei de Mississipi.

E é justamente no final do episódio que tudo esquenta. Russell e seus capachos lobisomens vão atrás de Sookie. Bill, depois de dar um rápido treinamento (quase no estilo Neo e Morpheus em Matrix) com Jéssica, já viu a moça colocar a aula em prática enquanto ele enfrentava, numa coragem imensa, Russell.

E como Sookie parece não conseguir ficar longe de seu vampiro, apesar de tudo, o final foi realmente muito bom. Ana Paquin mostra que tem muita desenvoltura e nenhuma timidez. Totalmente nua mandando ver numa das cenas mais quentes da temporada.

E foi realmente o desfecho que fez elevar o status de todo o episódio, que começou muito devagar e com poucas coisas dignas de nota.

Próximo Episódio

O próximo episódio se chamara “Everything is Broken” (nome sugestivo não?) e irá ao ar lá fora no próximo dia 15 de agosto. Se seguir a sequência final deste episódio já vai começar quente…

16 comentários sobre “[True Blood] – Night on the Sun (S03E08)

  1. Pois é…começou lento msm, Bill meio Edward de Crepúsculo.
    Mas no final td esquentou e o próximo episódio com certeza vai ser bom(pelo menos espero).
    E não é q o vampiro de Tara (agora deu um mega branco, esqueci do nm do cara) aparentemente morreu msm?
    Essa Cristal tá me deixando curiosa…o q é q essa menina tem?

    E o final mostrou uma Sookie fazendo um sexo mio vampiresco hauhaha será q o foi sangue de Bill q a deixou assim?
    Vamos aguardar o próximo episódio…
    =*

    Curtir

  2. Jeniffer, essa sua alusão a Edward com Bill deixa tudo ainda mais engraçado hehehe.

    Franklin o nome do Vampiro de Tara, pois é, eu ainda custava a acreditar que ele tinha morrido, mas parece que já foi segundo o que Talbot falou que deu trabalho para catar os miolos, esqueci de comentar no post!

    É uma pena já que era um persongem sensacional.

    Quanto as séries que comento acaba sendo mesmo as que gosto, pois só comento as que estou assistindo. No momento to vendo regularmente apenas True Blood, mas estou para escrever sobre as ultimas temporadas de The Office e talvez sobre IT Crowd.

    Abração!

    Curtir

  3. Eu também achava que True Blood parecia Crepúsculo no começo, mas depois, a série começou a ficar mais interessaste, assumindo uma identidade própria.

    Quanto ao episódio:

    Eu não sei se isso já era planejado, mas toda vez que Anna esta em uma cena que era para ser dramática, eu acabo rindo. Ela parece uma criança chorando.

    E essa cena no final, hein? Não só é a mais explicita da temporada, mas como da série inteira. Muito boa!

    Abraço!

    Curtir

  4. “para deixar o público masculino virando a cara”

    O público masculino HÉTERO virando a cara né? Odeio quando generalizam que todo homem gosta de mulher e toda mulher gosta de homem.

    Digo isso porque, as garotas que conversei e lí nos comentários de fã-sites não pareceram desfrutar com muito gosto dessa cena! Foi mais pelo Eric nú, o vampiro que todo ser humano parece sentir atração….lol

    Já os homossexuais e bissexuais, homens, adoraram essa cena, por um bom motivo – claro!

    Mas o episódio em geral foi ótimo, gostei muito! Quero ver mais a Rainha Sophie Anne, e de preferência em uma cena com a Hadley igual aos livros. (Acho que vc imagina de que tipo de “cena” estou falando hahaha)

    True Blood é uma série perfeita, sem mais nem menos!

    Nota 10!

    Curtir

  5. Eu gostava do Franklin, uma pena que ele sumiu assim, a parte da Tara dando uns pitis tá meio chata, mas quando foi que ela não foi chata né. Bill apanhando feito mala velha falou tudo, não deu nem um soquinho e já tava com a cara no chão. Gostei muito do episódio apesar de tudo, e até as cenas eróticas tão melhorando, e o Eric é um mentiroso de mão cheia! Tomara que ele se saia bem contra Russel, a série não seria a mesma sem o nosso Viking favorito. E eu amo o Lafayette, quero que ele se dê muito bem, apesar de achar que ele daria um vampiro fabuloso, nem perto de ser tão afetado como Talbot.

    Curtir

  6. Ah tá esqueci de comentar a cena em que a Jessica foge do lobisomem, ninguém pareceu se importar com o bem estar dela, já que foi ela fugir e o Bill já tava mandando ver lá, ainda bem que ela não é maricas como o criador dela! É uma das minhas personagens favoritas da série.

    Curtir

    1. Priss, acho Tara realmente insuportável, ela já poderia ter voado da série a muito tempo.

      Quanto ao Bill, ele é mesmo um maricas, já foi comparado até com Edward de Crepúsculo hehehe.

      Grande abraço e obrigado pelos comentários!

      Curtir

  7. A Tara é um PORRE!!!
    E a Crystal + família, acho que rola alguma coisa a ver com panteras… uhuuuu!!!
    E Sookie é uma fada, geral sabe! =)
    Esse episódio foi mto mto mto bom, a série arrebenta com o livro…
    =D

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s