Porque eu NÃO vou assistir o filme Nosso Lar

O filme “Nosso Lar”, ao que parece, vai bater todos os recordes de bilheteria aqui no Brasil e, como eu já recebi alguns questionamentos de quando vou assistir/comentar a respeito desta produção, venho aqui dizer a vocês que dificilmente isso irá acontecer. E porque eu não irei assistí-lo?

1 – Por apoio ao cinema nacional

Pode parecer um pouco contraditório, mas como gosto de dar apoio ao cinema nacional incentivando que você prestigie os filmes brasileiros, em certos casos eu não assistir um filme e não fazer uma crítica ruim é mais benéfico. Vi o trailer e não gostei de muitas coisas. Entendo o grande investimento, vi os efeitos especiais que, pelo menos para os nossos padrões, são absurdamente sensacionais, mas vou deixar este passar ok?

2 – O forte apelo pela doutrina espírita não me agrada

Nenhuma produção com forte apelo para religiosidade, no caso aqui para a doutrina espírita, me agrada. Se você não segue ou não concorda com o que a doutrina em questão representa, as chances de você julgar erroneamente e com muito apelo emocional são enormes. O mesmo vale se você segue a doutrina, tudo vai soar maravilhoso.

3 – Notebooks celestiais não dá!

Das coisas que mais me irritaram nos trailers foi quando o sujeito no mundo lá de cima (ou seja lá qual outra definição melhor você possa prefirir) entra numa lan house e acessa um dos vários notebooks celestiais para ver seus familiares na terra. Pelo menos eu posso ficar tranquilo, caso eu vá para o céu (depois desse post tá muito difícil) terei a tranquilidade que o streaming e a velocidade dos links lá em cima são impressionantemente assustadoras. E nada melhor do que assistir a um reality show de quem você deixou na terra para descontrair um pouco né?

Algumas críticas interessantes:

Separei algumas críticas que achei pertinente linkar aqui para vocês não ficarem completamente “a ver fantasmas navios”. São opiniões diferenciadas para que você possa refletir um pouco antes de me ofender.

CinePipocaCult (por Amanda)

Omelete (Por Érico Borgo)

Cabine Celular (por Mau Saldanha)

Agora sim, sintam-se livres para me ofender nos comentários e desabafar seus sentimentos em relação ao meu posicionamento. Passem bem. 🙂

49 comentários sobre “Porque eu NÃO vou assistir o filme Nosso Lar

  1. Primeiro lugar, obrigada pela indicação.

    Segundo, entendo e respeito seu posicionamento, você os justificou e pronto. Tem todo direito. Apesar de achar um pouco radical a questão do não vi e não gostei. hehe. Não acho que ninguém deva te xingar por isso.

    abraços

    Curtir

  2. Concordo com vc… quando o filme trata de uma coisa tão polêmica, o conceito “filme” fica de lado e vira um debate sobre tudo o que o filme “fala”… seria o mesmo que uma biografia de Hitler ou de Jesus Cristo… ninguém ia julgar o filme e sim a história…

    Curtir

  3. eu não tambem naum fui com a cara desse filme!!!
    e também achei nada aver notebooks celestiais isso é Ridiculo……também eu não sou fã de filmes nacionais….o unico que eu quero ver é “as melhores coisas do mundo” esse eu achei interessante!!!
    abração!!!

    Curtir

  4. É um filme que tenho uma certa curiosidade, mais não acho um filme que me faça ir ao cinema, entende ?
    Quando for lançado em DVD e der na telha eu vejo, caso contrário…

    Notebooks no céu ? Então deve ter Openbar no Inferno! hahaha.

    Curtir

  5. Eu não assisti e creio que não vou assistir. Igualmente achei muito “viajado”.
    Não pelo filme tratar do espiritismo, mas sim por fazer dele algo comercial. Apesar de não ser espírita, o espiritismo a unica coisa que me impede de ser um ateu. Deveriam abordar isso de forma mais séria, ou pelo menos nã forçar tanto a barra.

    Curtir

  6. Sérgio, é bem por aí meu caro.

    Thiago, o melhor filme nacional que vi este ano (até aqui) foi “As Melhores Coisas do Mundo”.

    Alan, seria uma dúvida cruel, lan house com velocidades absurdas ou open bar no andar de baixo?

    Jader, você está no meu grupo, não vi e não gostei!

    Doug, os notebooks celestiais me irritaram profundamente, sério.

    Curtir

  7. Entendo seu ponto de vista mas será que não está sendo meio radical?
    Eu adoro filmes de zumbi mas quando vou ao cinema vejo um morto vivo na tela e mesmo sabendo que aquilo Non Ecziste – by Pedro Quevedo, continuo achando legal.

    Eu vi Chico Xavier – o filme, não sou espírita e achei bem bacana. Dentro daquilo que se propôs, cumpriu seu papel. Eu não sou espírita e não foi por causa do filme que me converti ou coisa do tipo. Eu não vi e provavelmente não verei Nosso Lar porque simplesmente a história não me deu vontade mesmo… Pode ser que mude de idéia mas não sou muito radical não
    =)

    Curtir

    1. É bem provável que exista um certo radicalismo em minha poisção Dani hahahah.

      Mas, assim como você, não tive vontade de ver e, como plus, peguei um ar violento com essa lan house celestial e não sei, tenho medo que vire moda filmes doutrinários no Brasil.

      Curtir

  8. Eu não vejo esse filme nem se passar na TV, quanto mais pagando… esse negócio de notebooks e quetais no “outro mundo” eu só acharia segal se fosse uma comédia, uma sátira, mas isso levado a sério, puta que pariu…aliás, filme com doutrina religiosa levada a sério, tô fora.

    Curtir

  9. Não é dos filmes que estou mais entusiasmado para ver, mas acho que acabarei conferindo no cinema por me apresentar a um doutrina/religião que não conheço bem. Serve como curiosidade mesmo.

    Volta e meia filmes com base em lendas e doutrinas religiosas acabam produzindo boas experiências. Exemplos: Os Dez Mandamentos, O Príncipe do Egito (os dois contam a mesma história) e A Paixão do Cristo.

    De qualquer jeito achei suas justificativas muito válidas. Quem sabe um dia você não está com uma insônia braba e só tem isso na TV?

    Abs

    Curtir

  10. Acho Justo vc defender seu ponto de vista.
    e, eu acho que esse filme(a promoção que está sendo feita para promovê-lo) está, definitivamente, pondo o cinema brasileiro por água a baixo, afinal, notebooks no céu NÃO DÁ!!!!
    iSSO É MUITO APELATIVO, É COMO DIZER “PRECISO QUE VOCÊ ASSISTA ESSE FILME!!!”

    Curtir

  11. Acho que não tem nada a ver fazer um post de um filme que você nem viu. Não quer ver, deixa quieto. Viu e não gostou, vai e fala, mesmo que tenha ido com ‘preconceito’ ao cinema. Ou espera sair pra alugar.
    Talvez seja realmente ruim, talvez tenha algum aspecto positivo, mas não adianta julgar desse jeito. Não é construtivo e não faz o menor sentido.

    Curtir

    1. Talvez você tenha um pouco de razão, mas veja bem, eu não estou falando mal do filme nem dizendo que ele é ruim, estou expondo apenas a minha opinião em relação a tudo que me motivou não querer assistir.

      O ponto foi muito mais como disse no título “porque não vou assistir” do que dizer que o filme é ruim.

      Abração!

      Curtir

  12. O Espiritismo é um saco de patifaria do principio ao fim, bas
    ta fer os livros:
    Espiritismo Orientação para os Católicos, ed. Loiola, Doutor
    Boaventura Kloppenburg

    Reencarnação! do Escritor e Professor Geraldo dellegrave.

    Neste livros é contado o que o safado demonioco do Chico Xa
    vier faziz por detrás dos bastidores.

    Curtir

  13. – Antes de mais nada gostaria de dizer que não tenho nenhum preconceito em relação ao espiritismo, tanto que minha melhor amiga é participante dessa crença.

    Bem concordo plenamente com o Marcio M., e tenho outros motivos pra não ver este filme.

    – O apelo da REDE GLOBO ao espiritismo enche o saco viu ! Não é de hoje que a rede globo Como já disse sem nenhum preconceito, mas parece que tenta impor isso pela INSISTÊNCIA . Não é o bastante colocar nas novelas e series ?! O que acho errado é tentar colocar a religião como soberana, de forma que ao mostrar outra ,descreva essa de maneira errada.O pior que na luta desenfreada para mostrar o espiritismo como sublime acaba fugindo dos proprios principios da crença.

    Quem não se lembra das tantas ocasiões que fora degrenido a imagem de outras religiões ?!

    Exemplos ; Padres trapaceiros e beberrões em varias novelas, evangelicos fanáticos a ponto de tentar matar alguem que age de maneira errada aos principios evangelicos. (como a ” Edivânia” da novela duas caras )
    Quem não se lembra da ” Creuza” da novela America . esse é o perfeito exemplo , pois não a nada de mais dizer que a pessoas que se dizem quietos e se revelamde forma cafageste. Mas o engraçado é que nenhum desses personagens ” cafagestes ” tem ligação ao espiritismo.

    Bem prefiro os programas da record ( pastores ) e os da rede vida ( padres ) onde são assumidade religiosos do que as tantas novelas e series que a rede globo usa como forma de culto ao espiritismo.

    Se querem tanto cultuar o espiritismo , nada contra mas ao menos tentem ser imparciais. Não denigram as outras religiões , porque não me lembro de ver na globo nada que mostre o espiritismo de maneira que não seja pura e maravilhosa , ou seja, nenhuma critica para o mesmo .

    Bem obrigado pela oportunidade de expressão , abraços a todos . paz : )

    Curtir

  14. Eu vi o filme, achei legal, bem feito e tal.
    Até teve uma parte emocionante que é quando o homem reencontra a mãe lá no céu…
    No mais, fica todo mundo andando meio zen la´no céu, todo mundo de branquinho, falando devagar, no estilo “no stress” mesmo.
    Mas para mim virou comédia na parte do notebook…
    Pensa bem, é a mesma coisa dessas correntes que a gente recebe por email: “reza.. acende uma vela.. e tal.. senão daqui a uns dias….”
    Fala sério, duvido que os Santos tenham internet para nos enviar correntes e mandar rezar via computador…!!!
    O filme perdeu sua credibilidade aí… assim como as correntes -que sempre deleto logo que percebo serem correntes- não devem levar crédito.
    Bjos a todos
    Se quiserem, vão ver e se distraiam por exatos 1he43min… se não quiserem, não fará falta.

    Curtir

  15. Nooossa,eu ate estava bm interessada em assistir o filme,uma amiga me convidou,mas depois de saber atraves destes comentarios q tem um trecho do filme q mostra ter notebook no céu,ah fala sério,akbei de mudar de ideia,vou pedir desculpas a minha amiga e não quero assistir mais a p… nenhuma,abraço e obrigado a tds,kkkkkkkkkkkkkkk!!!

    Curtir

  16. Quando vi aqueles notebooks me pareceu super estranho de início, mas conheço um pouco de espiritismo e acho que dá para explicar se considerarmos que o livro no qual o filme se baseia foi publicado em 1944, e para a crença espírita o mundo físico é uma cópia do mundo espiritual. Tenta-se reproduzir com os recursos materiais terrestres tecnologias já em uso no plano espiritual. Sendo assim, em 1944, tecnologias de comunicação como notebooks eram impensáveis no nosso mundo, mas algo semelhante já seria de uso habitual entre os espíritos de Nosso Lar. Parece que o diretor do filme interpretou as descrições do livro como sendo da internet que utilizamos.

    Curtir

  17. Meu caro eu não estou ofendendo a ninguém,Eu apenas es
    tou mostrando o está sala do diabo faz, basta você ler o livro
    ESPIRITISMO ORIENTAÇÃO PARA OS CATÓLICOS, ED, LOIOLA, DOUTOR BOAVENTURA KLOPPENBURG.Tem também vários livros que falam deste assunto.

    Saúde e Paz

    Curtir

    1. Primeira coisa Valentim, isso aqui não é um local para discutir preferências religiosas.

      Em momento algum fiz isso no post e seus argumentos são furadíssimos, querer denegrir o filme por ser doutrinário espírita? Seus outros comentários foram removidos e o que deixei foi editado.

      Curtir

    1. Nenhum dos dois meu caro, você precisa aprender a respeitar o espaço que está aberto para discussões e não picuinhas de religião como você fica falando “não sei o que do demônio”.

      Aqui não é lugar para isto ok?

      []´s

      Curtir


  18. @Karo_lover:

    Acho Justo vc defender seu ponto de vista.
    e, eu acho que esse filme(a promoção que está sendo feita para promovê-lo) está, definitivamente, pondo o cinema brasileiro por água a baixo, afinal, notebooks no céu NÃO DÁ!!!!
    iSSO É MUITO APELATIVO, É COMO DIZER “PRECISO QUE VOCÊ ASSISTA ESSE FILME!!!”

    Caro amigo,
    Este livro foi escrito na década de 40, estes aparelhos que você chamam de notbook celestiais estão neste livro.
    Quando li, acheie um absurdo (1979) piada, uma máquina capaz de quardar imagem, som, dados pessoais.
    No livro de 40, fala-se que em breve tais equipamentos fariam parte da tecnologia humana, algo para a época piada, mas para hoje tecnologia já superada.

    Curtir

    1. Robert, tem gente que realmente não sabe discernir as coisas e leva tudo ao pé da letra, como algums que comentam aqui e você fez questão de citar.

      Mas ainda assim é um motivo que ele achou justo colocar.

      Em relação ao livro ser da década de 40 e o sujeito atualizar para notebooks e coisas mais atuais, rapaz, eu não estou entrando no mérito da obra na qual o filme é baseada, é bom frisar isso.

      Eu apenas disse os motivos que não me dão vontade alguma de ver o FILME. No filme tem ou não tem a lan house no céu? É essa a questão (umas das…).

      Não estou falando mal da obra e tampouco estou falando mal da doutrina espírita em momento algum, é bom que isso fique claro.

      Grande abraço e obrigado pelo seu esclarecimento em relação a obra, é útil para que todo mundo tenha um ‘horizonte’ a mais antes de discutir.

      Curtir

  19. Sinceramente, para mim morrer e ir parar num lugar desses é um inferno, por isso deixei o espiritismo de lado apesar de tantos membros da minha familia gostarem da crença.

    Também não vi o filme, é fico precupado com nosso cinema nacional no geral já ter filmes ruins, agora se começarem a apelar para efeitos especiais… Ixé, me mudo para o Chile!!

    Curtir

  20. Assitir ao filmes sem conhecer os DOIS livros, fica muito complicado entender realmente algumas coisas. Estranho é falar somente no livro nosso lar e nem ao menos citarem o principal livro chamado “Encarnações”, principal fonte de referencia.
    Quanto a propaganda da Globo, vai ver que a Record é que está com a razão, ehehehehe.Preconceito bobo desse menino( ahahahahahaha).

    Curtir

  21. Se vcs derem uma olhada em O livro dos Espiritos que foi lançado em 1857, muitos assuntos muito debatidos hoje em dia são explicados nesse livro. Entao como que em 1857 ja haviam respostas e explicaçoes e na decada e pq que na decada de 40 nao poderiam haver Laptops no OUTRO PLANO. mundo das idéias existe e é lá. E como dizem aqui é uma cópia de lá. Sai um pouco dessa vida CARNAL fio 😉

    Curtir

  22. Acho engraçado vcs se fixarem no “Noteboks do céu”.
    E aí…alguém tem realmente certeza de alguma coisa?
    Podem afirmar o que existe e o que não existe.
    Na década de 40, o que temos hoje em tecnologia nem chegava perto do imaginário das pessoas que viviam esta época e agora olha ai!!!!
    Acho que outras dimensões, colônias, nirvana ou o nome que vc queira dar para a situação: “como é depois que morremos” – possa ter uma tecnologia muito maior que a nossa.
    Talvez a inspiração venha de lá realmente.
    Seria imprudente acharmos que somos os superiores em tudo e que sabemos tudo. Muuito arrogante.
    No livro, inclusive, o espirito disse que não tem como descrever os “aparelhos”, acredito que o produtor usou o equipamentos que conhecemos.
    Bom resumindo:: acredito em um leque de possibilidades e inclusive a ciência neste campo não é conclusive e nem definitiva.

    Para pensar:

    Se morremos e nada acontece, ou seja, não acordamos para nenhum lugar, seja ele que nome tiver, paraiso, colonia, nirvana, purgatório etc… NÃO FICAREMOS SABENDO MESMO.
    Agora se algo existir, quero pelo menos estar um pouco por dentro do assunto.
    Melhor excesso de informação do que a ignorância por pura arrogância.

    Beijocas

    Curtir

    1. A grande questão Mary é que eu não tive vontade de assistir a este FILME e dei meus motivos. Vou ao cinema ver filme e não doutrina religiosa.

      Tenho nada contra o espiritismo, não li e nem pretendo ler o livro, eu analisei apenas o trailer e as informações a respeito, só isso nada mais.

      Curtir

  23. Depois que li o que o imbecil do Valentin escreveu, fiquei aqui pensando, o que passa na cabeça de um aneba, falar mal do CHICO XAVIER….. Um homem que poderia ter cido milhonario, com a vendad de todos so seus livros, e mesmo assim nunca pegou um tostao se quer de direitos autoriais. todos os direitos autorais eram destinados a casas beneficiencias.
    Agora o Energumeno do Valentim deve ser o exemplo de ser humano, pagando seus dizimos para pastores tao mediocres como ele. e assim se segue ahumanidade, pago dizimos para templos cada vezes mais luxuosos, e xingo um homem que fez de sua vida um exemplo a ser seguido a todos.
    Nao gostar da doutrina espirita é um dierito de qualquer pessoa, mais ofender um ser humano que so fez o bem ja ultrapassa o bom senço do fanatismo……

    Curtir

  24. andré luiz respondeu esta questão no outro livro dele “entre a terra e o céu”!!!! eles ficam em eduncandário, um parque de escolas, onde tem estudo e lazer, esperando uma reencarnação ou uma readaptação no mundo espiritual para ir a outras colônias. outro livro que fala bem a respeito é “flores de maria” da mesma médium de “violetas na janela”.
    o dono do blog está certo, ele está falando apenas de cinema, não de religião. eu sou espírita e não me senti ofendido.
    mas queria só explicar uma coisa: o nosso lar tá longe de ser o céu espírita!!!!! há muitas moradas na casa de meu pai, e muitas mais evoluídas que nosso lar. tb o reino dos céus está dentro de nós. sobre o notebook os colegas explicaram bem. a maioria absoluta dos inventos utéis aqui da terra surgem primeiro lá no mundo espiritual, para depois, através de uma inspiração ou um sonho, aparecerem aqui no mundo material, seja nas artes, seja na medicina, seja em qualquer atividade humana. no próximo filme “os mensageiros” que tb será baseado em outra obra do espírito andré luiz, veremos isto bem explicado.
    essas informações são a título de instrução, não de discussão, ok?!

    valeu pelo debate!

    Curtir

    1. Poxa meu caro, fico agradecido por você ter compreendido a minha opinião aqui e agradeço bastante pela sua explicação mais detalhada sobre o livro e tudo mais, contribui muito para o debate de idéias que proponhos nos comentários.

      Um abraço.

      Curtir

  25. Caro Luis Antonio, vejo q vc é mais preconceituoso do q atribuiu ao Valentim (não que ele esteja certo). Vc não conhece nada sobre a doutrina dos “crentes reformados” a não ser os escândalos que estão na mídia que vc consome. O que está em análise é apenas um filme e mesmo se fossem as doutrinas não seriam analisadas as pessoas que se desviam delas, até porque esse tipo de gente pode estar em qualquer religião. Se vc pensa que ao entregar dízimos, católicos e evangélicos, estão ignorando os possíveis desvios ou mau uso, então está enganado, inclusive há o desejo de que respondam legalmente, como de fato alguns já estão respondendo. Mas não é por causa de ladrões nem mesmo por causa de preconceituosos como vc que os cristãos deixarão de reunir recursos para empregar em missões, ação social, manutenção e construção de templos etc. NÃO TIVE INTERESSE EM ASSISTIR A ESSE FILME, PORQUE ELE É MERAMENTE DOUTRINÁRIO E TRATA DE ALGO QUE JÁ CONHECI E JÁ REFUTEI, DAÍ NÃO SOBROU NADA PARA UMA CINÉFILA COMO EU APROVEITAR!!!

    Curtir

  26. Não acredito nesses negócios de espiritismo e acho que Chico Xavier era um cara querendo ser deusificado, antes de falar que eu sou evangélico ou católico defendendo a minha doutrina não sou não sou ateu, então não gostaria de ver o filme simplesmente pelo fato de não acreditar nisso.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s