Bruxa de Blair – 1999

..

Aproveitei este final de ano para rever alguns filmes que gostei e a muito tempo não assito, A Bruxa de Blair é um exemplo disso e como ganhei o DVD resolvi colocar minhas impressões sobre ele aqui no blog. O filme conta a história de três jovens que entram na floresta Black Hills para fazer um documentário sobre uma bruxa que segundo a lenda, foi a responsável por várias mortes na cidade, inclusive de crianças. Após alguns eventos estranhos, os jovens se perdem na floresta e nunca mais são vistos. O filme é um registro daquilo que eles filmaram enquanto estavam fazendo o documentário.

A Bruxa de Blair foi um marco no cinema. Este filme de 1999 foi um prercusor de várias coisas, uma delas foi usar a internet para espalhar um viral que mexeu com boa parte do público. Era uma época onde se acreditava facilmente nas notícias e e-mails que circulavam na rede e a primeira coisa a ser amplamente comentada foi que este era um documentário real. A estratégia foi muito bem pensada, até o nome das personagens são iguais ao dos atores. Eles ficaram reclusos durante um tempo após as filmagens para que a imprensa, amigos ou curiosos para aumentar ainda mais o rumor do desaparecimento.

Esqueça Atividade Paranormal, REC, Cloverfield, O Último Exorcismo e todos os outros filmes estilo falso documentário – câmera na mão. Antes de A Bruxa de Blair, não existia esta expectativa e muito menos a experiência do “será verdade mesmo?” E posso dizer que isso funcionou muito. Volte para o ano de 1999. Quantos anos você tinha? Assistiu ao filme no cinema?

Eu achei A Bruxa de Blair uma ótima experiência. O que assistimos na tela são 80 minutos de diálogos improvisados e de uma certa forma, um medo real. Isso porque aqueles três jovens estavam de fato sozinhos na floresta , recebiam instruções ocasionalmente por membros da equipe através de bilhetes, em busca de uma lenda que tinha um fundo verdadeiro e foram assustados de verdade pelo resto da equipe que bolou pequenas armadilhas para deixá-los ainda mais tensos. A partir do momento que conhecemos a história, as vezes pelo olhar de Heather outras pela camera de Mike, entendemos o medo em momentos de correria, ouvindo apenas as vozes e não enxergando os personagens, ficamos com raiva quando eles simplesmente saem correndo pela floresta na escuridão e só queremos que voltem para as barracas.

O medo maior é imaginar se tudo aquilo realmente estava ligado a Bruxa, vilã que em nenhum momento aparece. Mas seria mesmo necessário expor uma figura bizarra para lhe amedrontar? Provavelmente a falta de uma imagem, um foco específico para direcionar nosso medo deixou o filme mais tenso. A impressão é que ela estava em todo lugar. Não havia escapatória, isso todos nós sabíamos… afinal, é dito no início do filme que nenhum dos jovens apareceu, apenas a fita do documentário foi encontrada.

Vale a pena rever. E dê uma atenção especial a cena em que Heather, desesperada, grava uma mensagem se desculpando com os pais de seus amigos por ter colocados todos naquela floresta. O momento é muito bem gravado e deu um ar muito real aquela atmosfera de medo. Não é a toa que virou uma das cenas clássicas do cinema.

18 comentários sobre “Bruxa de Blair – 1999

  1. Assistir esse filme no cinema faz toda a diferença. Maior tensão !!!

    Também não liguei pra não aparição da bruxa. Mas depois de ver a cena da menina Medeiros em REC, já acho que se a bruxa aparecesse pelo menos de relance ali naquela cena final, o filme podia acabar com um impacto muito maior !

    Curtir

  2. Eu quera bem pequeno quando assisti o filme. Sentado na poltrona do papai, coberta e uma prima já adulta deitada sem nem pensar em fazer barulho. Não sou de sentir muito medo (ahan. atá parece), mas esse filme conseguiu fazer e ficar assustado um bom tempo. Filme que merece sempre ser lembrado. Quem não viu, tem que ver.

    Curtir

  3. Vi esse filme no cinema com uns amigos da escola, lembro que muitos reclamaram e até hj vejo pessoas, como a minha mãe, falando que não viram graça no filme. O engraçado é que além de eu achar o mesmo que vc, sou uma pessoa que não me impressiono com filmes de terror, mas o último que me lembro que causou algum impacto em mim foi esse, justamento o que as pessoas mais falam mal rsrs. Realmente eles criaram um segmento novo e só por isso já mereciam um lugar de destaque, pelo menos comigo tem!

    Curtir

  4. O filme é um marco mesmo, principalmente pelo seu trabalho de marketing, como você falou, escondendo os atores e dizendo que aquilo era real. Gosto bastante do resultado, tenso e bem dosado. Deu até vontade de rever.

    bjs

    Curtir

  5. O segundo é lamentavel assiste no sábado quase dormir so salva a ruiva e a loirinha que achei bonita de resto o filme não acrescenta em nada o 1 não vi espero que não seja igual a esse.

    Curtir

  6. Então vou ver se baixo ele hehe deixa eu perguntar também sou analista de sistemas vc programa em quais linguagens se quiser me responda no e-mail que eu coloco sempre ao escrever aqui.Seu site é ótimo cara parabéns.Esta faltando o remake de a hora do pesadelo e o premonição 5.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s