Hatfields & McCoys

Quem nunca teve uma pequena rixa com alguém próximo? Geralmente tudo começa com uma besteira e se resolve rapidamente, mas tem aquelas situações que começam por nada ou pouca coisa e se transformam em uma bola de neve. Situação semelhante aconteceu com duas famílias americanas no final do século 19, pouco depois da Guerra Civil que rolou por lá e se estendeu por vários e vários anos. A fama dos nomes Hatfields & McCoys se deu por sangue, dor e muitas perdas irreparáveis.

Aclamada mini-série lançada em maio deste ano nos Estados Unidos, Hatfields & McCoys foi indicada a 16 prêmios no Emmy 2012 e possui apenas 3 episódios com menos de 2 horas de duração cada um. É como se fossem 3 filmes para ser vistos em sequência. Vai ser exibida no Brasil pelo canal de tv fechada Space em janeiro de 2013 (pelo menos é o programado) e, tomei conhecimendo dela, depois de uma indicação de um colega de trabalho*.

A História

A trama acompanha a desavença amarga e sangrenta entre as famílias Hatfield e Mccoy iniciada na época da Guerra Civil americana e que seguiu por anos e anos e muitos anos.

Dois amigos e companheiros de guerra, Anse (Kevin Costner) e Randall(Bill Paxton, “Mulher Nota 1000“), iniciam uma rixa que começa a trazer muitas mortes dolorosas para ambos os lados, inclusive de parentes, amigos e muitas pessoas que sequer teriam muito a ver com a história.

Porque assistir?

A mini-série foi produzida pelo próprio Kevin Costner e além das diversas indicações a prêmios conta com um trabalho na parte técnica excelente, uma fotografia muito boa, edição bem acertada e figurinos e ambientações bastante convincentes. Além disso traz atores importantes e conhecidos mesclados com alguns rostinhos menos “badalados”. No geral o elenco está ótimo.

São apenas 3 episódios e passa bem rápido, é como se fosse mesmo uma trilogia, ou seja, não irá consumir muito do seu tempo e nem você irá precisar passar meses e meses esperando novos episódios.

Mas se vai ainda estrear no Brasil em breve como você assistiu?

Pergunta-me afoito o jovem hipster de óculos estiloso e camisa xadrez. E eu ‘respondo’: Vou utilizar o meu direito constitucional de permanecer calado.

Conclusão

Hatfields & McCoys traz uma história muito dolorida e triste, que nos mostra que pequenas rixas as vezes podem fugir do controle e se transformar em algo incrivelmente triste e sangrento. Apesar de não ser lá uma história muito feliz (nada feliz, na verdade), trata-se de uma excelente (mini)série, com atuações de alto nível e uma ótima produção.

E você? Já assistiu? O que achou?

 

*Agradecimentos especiais a Iuri Mendes pela dica.

15 comentários sobre “Hatfields & McCoys

      1. Man, não sei se você faz parte (assim como eu) da legião de fãs de Arquivo-X… está prestes a ser lançada uma mini-série chamada The Fall, cuja atriz principal é a estonteante Gillian Anderson.

        Acho que valerá a pena conferir. Serão 5 capítulos, salvo engano…

        Curtir

  1. NUNCA OUVI FALAR MAS PARECE INTERESSANTE,EU NEM SABIA QUE O KEVIN COSTNER ERA PRODUTOR,MAS NÃO SOU MUITO DE SÉRIES E COISAS DE FAROESTE,SEM OFENSA,SE ALGUM DIA PASSAR NA TV EU ASSISTO,MAS VALEU A DICA. MUDANDO UM POUQUINHO DE ASSUNTO,EU AMEI AQUELE ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ,SEI QUE VIAJEI LEGAL AGORA MAIS QUANDO ME VEM A PALAVRA FAROESTE NA MENTE EU SÓ LEMBRO DESSE ELETRIZANTE FILME,PELO MENOS É UMA ÓTIMA REFERÊNCIA PRA MIM 🙂

    Curtir

    1. Sim “Onde os Fracos Não tem Vez” é um dos filmes que mais gosto, adoro na verdade.

      O bom da série é que são apenas 3 episódios de menos de 2 horas cada, dá pra terminar logo. De qualquer forma se não gosta do clima faroeste talvez não seja mesmo indicada para você Vanessa.

      Curtir

  2. “Pergunta-me afoito o jovem hipster de óculos estiloso e camisa xadrez. E eu ‘respondo’: Vou utilizar o meu direito constitucional de permanecer calado”.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  3. Só uma palavra pra essa série: ÉPICA!!!! ela é muito boa mesmo. quando vi o anúncio sobre ela pensei: aff.. faroeste.. mas quando vi q era com kevin costner fui logo baixando, pois pelas leis da física é impossível ele e um filme (ou série) ruim, ocuparem o mesmo espaço. Aconselho muito quem quiser assistir!! FoDáStIcA!!

    Curtir

    1. Idem Jonatha, eu também nunca fui muito ‘afeito’ para obras de ‘faroeste’, mas esta série é tão épica que é difícil não gostar. E Kevin Costner está realmente um monstro aqui, tanto que recebeu um merecido Emmy por sua atuação

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s