The Walking Dead – [S03E01] Seed

 

Finalmente!!!!!! Chegou a temporada mais aguardada de The Walking Dead. Muito desta expectativa se deve ao season finale que foi sendo preparado no pânico. Ou vai dizer que se você conseguiu ficar imune aos spoilers, não perdeu a fala com a Sophia “zumbi mode on” saindo do celeiro? E o Dale? O Dale, gente!!!!!! A morte do Dale me pegou totalmente de surpresa. Foi como uma voadora de kichute na caixa dos peitos. Fiquei triste de verdade. Quanto ao Shane… esse eu nem vou me alongar até porque ele já foi tarde.

Com a fazenda invadida de maneira alucinante, nossos sobreviventes precisaram fugir sem nenhum planejamento ou bagagem. Alguns não conseguiram acompanhar e sucumbiam ao ataque deixando o grupo ainda mais reduzido. O casamento de Lori e Rick já estava na corda bamba e a morte de Shane só fez a situação se agravar, agora com uma nova informação: Não é preciso ser mordido para virar zumbi. Todos carregam a infecção, então, independente da maneira como morrem, voltam como zumbis.

E com algumas pontas abertas e por ser fã das HQs estava particularmente ansiosa pela chegada da terceira temporada. A prisão é um local onde muitas coisas muito boas e outras bem ruins vão acontecer e, na minha opinião, os melhores personagens da história vão ser apresentados ao público. No final da segunda temporada tivemos o prazer de conhecer – iinda que superficialmente – Michonne. Uma misteriosa mulher andando por aí com dois zumbis acorrentados. E foi graças a ela que Andrea conseguiu se salvar. Apesar de aparecer pouco neste primeiro episódio podem esperar pela guinada que Michonne vai acrescentar a série.

As primeiras cenas foram bem construídas e passaram para o público que nada está fácil. Essa idéia de fazenda, porto seguro, dormir e acordar tranquilo não existe mais. Meses se passaram e eles estão vivendo em uma corrida contra o tempo e contra os zumbis que parecem se multiplicar ao redor deles. Comendo restos, pequenos animais, comida de cachorro, sujos e cansados, correndo de casa em casa, estrada por estrada… eles sabem que precisam encontrar um lugar seguro rápido pois Lori está prestes a entrar em trabalho de parto. Esta correria inicial mostra bem como vai ser difícil um bebê ser contextualizado nesse tipo de vida. E se ele chorar na hora errada? E se ficar doente? Como correr de zumbis com um recém nascido?

Apesar disso tudo, quando encontraram a prisão a tomada do local foi muito rápida. Isso poderia parecer meio forçado e simples pois já no primeiro episódio conseguiram tudo isso. Mas, nem de longe vou reclamar pois foi tudo muito bem feito. Desde o momento que houve a decisão de entrar até o plano para fechar a primeira cerca saiu tudo de maneira bem orgânica pra eles. É como se nos últimos meses todos estivessem enfrentando desafios assim diariamente. Estavam todos calejados. Acredito que esse tom exausto mas ao mesmo tempo natural mostrou o tom de urgência e a falta de medo em se arriscar pois é o que estavam fazendo sempre.

Outro ponto que merece ser destacado é Carl. Na HQ ele é o personagem central e gostei muito de ver a mudança do personagem também na série pois achei que não fariam isso. Eu não imagino que ele será tão duro como na HQ mas já é um bom começo.  Obrigado a se tornar adulto, Carl demonstra que está no mesmo patamar que qualquer um do grupo. Lembram que na temporada passada ele mal podia treinar tiros? Roubou uma arma do Daryl? Pois é o mesmo Carl que iniciou a terceira temporada invadindo uma casa abandonada, de arma em punho e com direito a um silenciador. Cheguei a pensar que aquele era um sonho de Carl mas para minha felicidade foi tudo real. E no momento em que Rick diz ao filho que ele não pode acompanhá-los pois se algo der errado Carl será o único homem restante, ele não está simplesmente tentando proteger o menino. Ele está sendo duramente franco.

Ainda falando da invasão da prisão, aquele esquema mano a mano nos corredores escuros foi assustador. Eu assisti a série pela FOX, no quarto, com as luzes apagadas e posso dizer que foi uma das melhores sequências da série – até agora. Mas antes de chegarem a porta interna, quem me surpreendeu foi Meg que saiu do quarto das crianças direto para o grupo tático. Interessante essa mudança de atitude e também o frenesi que ela ficou ao conseguir abater um zumbi que ninguém tinha conseguido: O zumbi do Bope. E vamos combinar que quando os zumbi mode Bope apareceu deu aquele pânico heim?

Agora é esperar pelo segundo episódio. Mesmo com um episódio maravilhoso posso dizer que uma coisa que tenho medo é da correria em fazer com que toda uma trajetória entre Prisão, Governador, Cidade, Michonne, caiba em uma única temporada. Mas vou tentar ser otimista. E vamo que vamo pois a temporada promete!!

P.S. Carol convidando Daryl pra dar uns pegas… as mina pira.

8 comentários sobre “The Walking Dead – [S03E01] Seed

  1. Bom Dani, sou altamente suspeito para falar mas eu particularmente adorei essa estreia da terceira temporada.

    Gostei da forma como o grupo evoluiu no quesito “sobrevivência” e, principalmente, adorei o amadurecimento precoce de Carl. Ele era um personagem chatinho e fuleiro, mas que bom que ainda em tempo ele ficou mais verosímil em relação ao universo da série, uma criança criada naquele mundo teria mesmo que se tornar como ele (ou pior, e acho que talvez isso aconteça na série).

    E o que foi Carl querendo “botar” pra loirinha? Hershel tá de olho, se liga Carl!

    Só não queria que a parte na prisão fosse logo suprimida pela trama do Governador, gostaria que dessem mais um tempo para eles se manterem por ali.

    Começou muito bem e ainda faltam 15 episódios.

    Curtir

  2. COMO EU ESTAVA COM SAUDADE DESSA SÉRIE,FOI DEMAIS MESMO,MAS SOU SUSPEITA PRA FALAR,POIS ATÉ OS DEFEITOS DA SÉRIE EU GOSTO,GOSTO ATÉ DA LORY,E GOSTAVA TBM DO PORRA LOUCA SHANE,APESAR DELE SER UM DESEQUILIBRADO MALUCO,MAS ENFIM,COMEÇOU BEM,E COM CERTEZA VAI SURPREENDER MAIS,DISSO NÃO DUVIDO.E A CENA DA CAROL QUERENDO DAR UNS AMASSOS NO DARYL FOI A COISA MAIS ENGRAÇADA DO EPISÓDIO MESMO,RI PRA CARAMBA,ENFIM,FODA 🙂

    Curtir

  3. Não acredito em correria até pq essas coisas são muito determinadas pela questão comercial. Um ex são os livros Crepúsculo e Harry Potter, que foram divididos em mais de um filme justamente em virtude do sucesso comercial, afinal dois filmes dão mais dinheiro que um rsrsr

    Walking Dead tem as duas maiores audiências de um seriado de TV a cabo nos EUA, ou seja, se eles puderem estender para eles melhor!! E é por ai que mora o perigo, na minha opinião, não deles apertarem a história e deixar tudo muito corrido, e sim deles alongarem como fazem com as novelas justamente para ter mais capítulos e temporadas em decorrência do sucesso de audiência.

    Curtir

  4. Ahhhh….achei que você não ia mais comentar TWD! hehehehhe

    Rapz, achei esse piloto muito justo. Não adorei, mas achei super justo com quem lê as HQs e com quem não lê.

    Geralmente acho saltos temporais preguiça de roteirista, mas nesse caso se encaixou tão bem em TWD! quem leu a HQ acompanhou eles se cansarem procurando um lugar pra ficar ( e todos dentro de um trailer que fedia!!!!), como não tem como mostrar isso na série, o salto temporal e o início do episódio serviu muito bem pra mostrar isso…

    Outra coisa é a perna do Hersel e casalzinho mirim. Sofia virou zumbi, então a outra guria virou seu par (só eu achei ela meio velha pra ele?) e o outro perdeu a perna em vez do Dale. Justo!

    A cena do presídio juro que até gostei mais da versão do seriado. O da HQ pode ser mais ‘emocionante’ mas o do seriado foi mais real. A sequencia dos corredores foi bem legal também e a relação entre Rick e Lori tá mais natural assim, do que o Rick corno manso das HQs…

    Se essa temporada seguir esse ritmo, acho que TWD conseguiu o equilibrio entre ser uma adaptação, admitindo que o formato é diferente. Só vejo um problema, o Carl tá bem crescidinho, até a voz dele está mudada. Como vão lidar com isso se nas HQs ele continua do mesmo tamanho até hoje??? rsrsrsrs

    Ao contrário de todo mundo, eu nao teho grandes expectativas dessa temporada não. Esse é o melhor arco dramático da série até agora, tem grande chance de ser tão bom quanto o original, mas também tem grande chance de dar merda, tomara que seja a primeira opção.

    Curtir

    1. Eu fiquei bem otimista.
      Essa questão do Carl eu tinha pensado na temporada passada e ainda pensei que poderiam dar um fim maluco pro personagem e isso iria afundar totalmente o propósito da série.
      Em relação ao interesse romântico eu imagino que fique apenas na coisa da intenção e nada se aconteça.

      Curtir

  5. Eu tinha boas expectativas mas não esperava que fosse algo tão bom. Gostei de cada segundo e principalmente dessas cenas nos corredores escuros que você citou… muita tensão!

    o Carl pelo jeito vai parar de ficar fazendo besteira, o que é bom, pois chegava a ser irritante… mas confesso que estranhei a mudança de uma hora para outra, apesar dos meses que se passaram…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s