A Vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Life of Walter Mitty)

Quem nunca sonhou acordado? Quantos de nós vivem em um mundo de fantasia bem melhor que o mundo real? Será que não é hora de parar de pensar (e viajar) e agir, mudar o rumo de nossas vidas e correr atrás de nossos sonhos? Baseado em um clássico de 1947 (“O Homem de 8 Vidas”), “A Vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Lyfe of Walter Mitty)” é uma comédia de fantasia dirigida e protagonizada por Ben Stiller que consegue conversar de uma maneira simples sobre aqueles anseios que cada um de nós carrega dentro da gente de forma tão cativante que, mesmo não sendo tão inovador, consegue entregar o seu recado em uma linda, emocionante e bem executada produção.

walter-mitty-1

Na história do filme vamos conhecer Walter Mitty (Ben Stiller, “Trovão Tropical”), gerente responsável pelo departamento de arquivo e revelação de fotografias da revista Life. Bastante tímido e quase sempre ‘fora do ar’, divagando nos sonhos e fantasias que sua mente vive criando, ele vai ter que lidar com grandes mudanças em sua pacata vida. Enquanto a Life está ‘migrando pro mundo online’ num processo em que muita gente deverá ser demitida, ele recebe um importante pacote com negativos de um grande fotógrafo (Sean Penn, “A Árvore da Vida”) e percebe logo que está faltando uma foto. O problema é que é justamente a foto destinada a ser a capa da última edição da revista.

O filme consegue mesclar muito bem os gêneros de fantasia – e aí entram todas as cenas em que Walter está “fora do ar”, viajando em seu mundo particular onde pratica atos heroicos cheios de simbolismos e glórias pessoais – com alguns momentos de humor muito bem encaixados. Ainda sobre espaço para um romance que flui de forma bem natural e divertida com a sua colega de trabalho novata (a qual ele tentou enviar algumas piscadinhas em um site de relacionamento) interpretada pela atriz Kristen Wiig (“Garota Fantástica”).

Ben Stiller e Sean Penn
Coisas belas não precisam pedir atenção.

A Vida Secreta de Walter Mitty” convida o espectador primeiro a se identificar, de alguma forma, com o personagem principal muito bem interpretado por Ben Stiller (diga-se de passagem) que, de quebra, ainda dirige (muito bem também) o filme. Em um segundo momento é hora de embarcar em uma aventura de verdade e torcer pelo nosso protagonista que vai enfrentar situações extraordinárias e transformadoras. Durante todo esse percurso ficam algumas lições com aqueles velhos lembretes de que é preciso sair da mesmice e correr atrás de seus sonhos. Tudo muito manjado, é verdade, mas é tão bem executado e toda a trama possui um ritmo tão bom que, as tais lições, acabam sendo muito bem vindas.

Uma poderosa e empolgante trilha sonora, uma fotografia espetacular e uma bela história, é o que você vai encontrar nesse lindo trabalho de Ben Stiller. Não chega a ser uma quintessência da sétima arte (daria uma nota 9 de 10), mas são filmes como este, otimistas em sua essência e que conversam sobre aquela vontade que cada um carrega dentro de si de viver além dos limites opressores que o trabalho (e às vezes até a gente mesmo) tenta nos aprisionar, que fazem do cinema cinema algo tão mágico e tão belo.

Ground control to Major Tom
Ground control to Major Tom

***

  1. Se tivesse que dar um prêmio para o melhor trailer de 2013  daria para este filme.
  2. Foram precisas mais de 5 ou 6 tentativas ao longo de vários anos, vários atores e vários diretores até finalmente a ‘refilmagem’ sair do papel e ser lançada por Ben Stiller.
  3. Não assistir um filme por não gostar de um ator (ou de alguns de seus trabalhos anteriores) é uma tremenda bobagem.
  4. Kristen Wiig cantando Space Oddity de David Bowie enquanto Ben Stiller “salta rumo ao desconhecido” é uma das melhores cenas do cinema neste ano.
  5. Quem nunca “se passou” e deu oi para aquela pessoa que, na verdade, estava falando com alguém que estava atrás de você. É hora de colocar a mão dentro do bolso, abaixar a cara e seguir para qualquer lugar longe dali.

 


Excelente: Classificação 5 de 5

A-Vida-Secreta-de-Walter-Mitty-posterA Vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Life of Walter Mitty, 2013 – 114 min)
Drama, Comédia, Fantasia

Dirigido por Ben Stiller com roteiro de Steve Conrad. Estrelando: Ben Stiller, Kristen Wiig, Sean Penn, Adam Scott, Shirley MacLaine e Patton Oswalt.

11 comentários sobre “A Vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Life of Walter Mitty)

  1. Sim, muito bom filme Márcio. Eu gosto de Ben. Não gostar dele é simplesmente limitar sua visão aos filmes bobos que ele faz, mas já se mostrou um cara extremamente capaz em Trovão Tropical, uma das melhores comédias que já vi e agora ele repete a dose em Walter Mitty. Filme com outra pegada, mas que mostra que é possível sim fazer comédia inteligente e sensível sem perder a qualidade. Minha impressão foi um pouco menor que a sua, mas ainda sim é um filme muito bom.

    Curtir

  2. Como eu já havia dito antes, acho que o filme tinha boas idéias e funciona muito bem nos primeiros 30 minutos, só que se perde completamente quando Walter vai para sua jornada de “autodescoberta” que extrapola os limites do aceitável,a culpa não é da direção e sim do roteiro, e aquele finalzinho me deixou muito puto (principalmente pelo fato de mostrar a foto que ele tinha decidido não ver).
    O filme pode funcionar para alguns, mas eu não consegui engolir.

    2 Controles

    1. O trailer é realmente muito bom
    2. A referencia á Matrix é hilária.

    Curtir

  3. Bom, não me empolguei tanto, é um filme bom, mas não fantástico, principalmente porque a fantasia tomando conta da realidade me soa exagerada. Assim como a tal foto tem uma pequena incongruência, mas enfim… Também acho bobagem julgar o filme por qualquer preconceito a Ben Stiller, por isso, está perigando ganhar o Framboesa de Ouro, e definitivamente, o filme não merece isso.

    Curtir

  4. Já eu achei o lance da foto muito bom e o toque final para fechar bem a história criada. Sério? Framboesa de ouro? O filme está com boas notas junto ao público e está longe de ser ruim entre os críticos dentro da média do rottentomatoes.

    Framboesa de Ouro muitas vezes perde uma boa chance de se firmar como uma premiação interessante no que se propõe quando confunde piada com bagunça.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s