E se David Lynch tivesse feito O Retorno de Jedi?

Dentre as várias curiosidades que orbitam ao redor do universo de Star Wars, uma das mais polêmicas é o fato de que George Lucas convidou o cineasta David Lynch para dirigir o episódio VI de Star Wars, “O Retorno de Jedi (The Return of the Jedi)“. E como seria o filme se David Lynch, o cara responsável por obras que deixam muitas pessoas sem chão e sem saber onde estão, de onde vieram e para onde vão aceitasse o convite? Assista o (falso mas genial) trailer abaixo e descubra:

Levando em conta a filmografia do diretor, que naquela época ainda colhia os louros do grande prestígio de seu sucesso com  “O Homem Elefante (The Elephant Man) – 1980“, pensar nele encerrando a primeira trilogia (em ordem de lançamento) de ‘Guerra nas Estrelas’ gera um misto de fascínio com apreensão só de imaginar o que poderia ter acontecido caso ele tivesse aceitado o trabalho.

David Lynch chegou a ir na casa de George Lucas e os dois tiveram uma longa reunião. Ao final Lynch recusou o convite e falou que ele tinha interesse zero no projeto e o melhor a ser feito seria o próprio Lucas dirigir já que tudo aquilo era coisa dele.

***

  1. Pouco tempo depois David Lynch dirigiu “Duna (Dune, 1984)“, um grande sucesso literário da ficção científica (e com algumas semelhanças com Star Wars) e o resultado nos cinemas não foi muito interessante.
  2. David Lynch tem em sua filmografia obras como O Homem Elefante, Veludo Azul, Cidade dos Sonhos e ainda a cultuada série Twyn Peaks.
  3. Será que O Retorno de Jedi teria menos (ou nenhum) Ewooks e seria mais interessante nas mãos desse lunático cineasta?

3 comentários sobre “E se David Lynch tivesse feito O Retorno de Jedi?

  1. Este trailer é a prova do que o som e a montagem podem fazer no cinema, rs. E não se iluda, os Ewooks seriam como os Coelhos de Império dos Sonhos, rsrs, mas estariam lá.

    Brincadeiras à parte, diretores tão autorais como ele não conseguem se adaptar bem à indústria, acho que não seria uma boa junção.

    Curtir

    1. Pois é, foi mais ou menos o que aconteceu com Duna, no final das contas ficou um “meio termo” que não fez jus nem ao nome do Diretor e tampouco a obra literária original.

      Curtir

Deixe uma resposta para Ramon Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s