Será que? (What if)

Se tem uma coisa que muitos temem na vida é cair no abismo da friendzone, aquele lugar onde o seu sentimento de amor e paixão é “correspondido” com uma amizade. E a premissa do filme canadense independente “Será Quê? (What if)” – protagonizado por Daniel Radcliffe que mesmo depois de vencer Voldermort ainda tenta se livrar da “maldição” de Harry Potter – conversa em sua essência sobre esse eterno dilema da humanidade, afinal, é possível vencer a friendzone?

Na trama somos apresentados a Wallace (Daniel Radcliffe), um sujeito que está ainda em processo de recuperação de uma desilusão amorosa ocorrida um ano atrás. Na noite em que ele resolve sair de casa ele conhece (e se apaixona à primeira vista) por uma garota chamada Chantry (Zoe Kazan, de “Ruby Sparks – A Namorada Perfeita“). A conexão entre os dois é instantânea e ela parece ser mesmo a garota ideal. Só existe um probleminha, ela já tem um namorado. Com esse “impasse” os dois resolvem se tornar amigos, mas será que essa amizade é algo tangível ou no final das contas tudo se resume colocar aquilo naquele lugar?

sera-que-cena-exclusiva54598

A direção de Michael Dowse acerta em alguns pontos e sabe brincar muito bem com algumas animações (ligadas à profissão da garota), uma trilha sonora animadinha e um trabalho até interessante com o elenco onde temos uma boa atuação da Zoe Kazan e uma atuação excelente do Adam Driver (“Frances Ha”) que faz o primo de Wallace e sempre rouba a cena quando aparece. Fica claro que Daniel Radcliffe precisa melhorar muito, mas muito mesmo para um dia, quem sabe, se tornar um ator mediano, mas dá pra perceber que ele se esforçou bastante para entregar uma verdade em seu personagem.

Contando com bons diálogosapesar de ter piadas de cocô em uma quantidade acima do recomendado pela carta magna do bom cinema – e um roteiro até interessante, “Será Que?” tenta ser mais do que realmente é, mas no final das contas não foge da velha e conhecida fórmula dos filmes do gênero garoto encontra garota (e vice-versa) onde obstáculos precisam ser superados para termos um final feliz. E se precisar que algum personagem em determinado instante se torne um canalha ou um chato para abrir caminhos e deixar tudo mais fácil, melhor ainda.

sera_que_1

Mesmo não trazendo nada de espetacular, “Será que?” é um filme charmoso e até bonito. Tem seus momentos de comédia bem acertadinhos e o romance até que funciona, ainda que para isso o espectador precise relevar alguns pequenos probleminhas. Um bom filme indicado para casais apaixonados e principalmente para você bravo guerreiro da friendzone.

***

  1. Se Radcliffe consegue ganhar a vida como ator, você pode qualquer coisa.
  2. Sim, tem atores muito piores em ação por aí, pegar no pé do bruxinho é apenas um divertido exercício para ganhar algumas linhas no texto.
  3. No Canadá o filme ganhou o título de “The F Word” onde o F era uma piadinha com F de friend se referindo a outra palavra com F que Hollywood decidiu retirar para evitar uma classificação etária mais alta.

Bom: Classificação 3 de 5

Sera-Que-poster-nacionalSerá que? (What if, 2013/2014 – 99 min)
Comédia Romântica

Dirigido por Michael Dowse com roteiro de Elan Mastai. Estrelando: Daniel Radcliffe, Zoe Kazan, Megan Park, Adam Driver, Mackenzie Davis e Rafe Spall.

11 comentários sobre “Será que? (What if)

  1. O ator que fez Harry Potter é fraco isso é fato, mas cá entre nós Marcio, ele é milionário ganhou muita grana com os 8 filmes porque não se aposenta e da chances a atores mais gabaritados.Já a atriz Zoe Kazan acho boa atriz principalmente no filme Ruby Sparks ela se destacou. Esse filme será mais daqueles a passar na sessão da tarde.

    Curtir

    1. De repente ele gosta do que faz, se aposentar tão cedo pra fazer o que? Deixa ele fazer os filmes dele, é só a gente não esperar muita coisa (da sua atuação) hehehehe

      Sim, esse é o tipo de filme que cairia muito bem numa sessão da tarde 🙂

      Curtir

  2. pois é marcio, parece ser mais do mesmo, mas com alguma qualidade. às vezes é bacana assistir a filmes assim.

    quanto ao nosso menino harry potter… eu o considero mediano já, vide o decente trabalho em “A Mulher de Preto”. mas o complicado é que ainda não conseguimos tirar a imagem de bruxo do ator, tal qual acontece com o Elijah Wood/frodo.

    Curtir

    1. Acredito que com o filme “O Pacto” que é baseado no livro “Horns” que li recentemente e achei bem divertido Daniel vai conseguir fazer um papel que, finalmente, lhe tire um pouco de Harry Potter. Acredito nisso por conta da história que o livro conta (e o filme deve seguir) e tambem por algumas imagens que vi do filme com ele chifrudão e malvado.

      Curtir

  3. Você mesmo escolhe Márcio e depois reclama? AHAHA! Bem feito!

    Lembro muito de uma vez que fiz uma resenha de um dos Harry Potter e falei a real sobre esse moleque tosco do Daniel. Teve fã maluco que veio descer a lenha em mim lá no blog, única vez, mas por aí você mede a loucura da galera! 😛

    Você está muito devagar ultimamente nas atualizações! Tá cansando?

    Abração!

    Curtir

    1. Não cansei não, estou sem tempo para ir ao cinema quanto mais escrever no blog.

      Estou morando sozinho e cuidar de um apto está me consumindo todo o tempo livre, mas em breve eu vou entrar nos eixos e voltar ao ritmo antigo hehehehe

      Assim espero!

      Curtir

      1. AH! Agora está explicado! Boa sorte nesta etapa então. Se acerte bem e aproveite este tempo de intermitência no blog para se encher de ânimo quando voltar à rotina normal.

        Boa sorte e tudo de bom aí!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s