Vingadores: A Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron)

Desde que a Marvel iniciou o seu processo de dominação mundial dos filmes de super-heróis que não dá para ignorar qualquer lançamento deles e, obviamente, o seu principal produto que é a reunião de todos os seus personagens para defender o planeta terra de mais uma obliteração não pode ficar de fora de nenhuma lista de “mais esperados” que se respeita. Envolto em grandes expectativas que são muito bem compensadas em uma obra que consegue equilibrar humor e ação, “Os Vingadores: A Era de Ultron” inicia de maneira muito interessante a terceira fase da Marvel nos cinemas que, seguindo os indícios deixados até aqui, tem tudo para ser extremamente promissora.

O filme já começa com o pé na cara (na verdade vários pés) e sem pedir licença o espectador vai junto com os Vingadores invadir uma base da HYDRA. Logo depois da pancadaria, um plano de Tony Stark (Robert Downey Jr., “O Juiz”) que tinha como objetivo dar segurança a todos e trazer a paz mundial acaba criando Ultron (voz de James Spader), uma inteligência artificial que decide como primeiro passo de seus planos eliminar todos os Vingadores.

vingadores-age-ultron

A direção de Joss Whedon é impressionante, o cineasta conseguiu trabalhar de forma primorosa com um elenco gigante, dando o espaço para cada um dos personagens terem os “seus momentos” e ainda tendo tempo para introduzir algumas novidades que são muito bem vindas. As relações são bem construídas também e, além disso, o ritmo do filme é muito bom (mesmo tendo 141 minutos de duração) e vem carregado de inúmeros momentos de humor muito bem encaixados e que acertam em cheio no tom “pipoca” da produção.

Do elenco ‘antigo’ o destaque fica, pasmem, com o Gavião Arqueiro (Jeremy Renner, “Trapaça”) que encontra o seu espaço e brinca com a dimensão do seu personagem em meio a deuses, monstros e grandes potências e, mesmo sendo apenas um cara com arco e flecha, tem uma importância crucial em determinadas partes da jornada dos Vingadores que encontrou em Ultron um contraponto interessante. Por mais que ele, como quase todos os outros vilões da Marvel, não seja um ótimo vilão, sua missão de desestabilizar o grupo e gerar algumas pequenas desavenças (que serão forças motrizes das produções futuras) é bem conduzida e ajuda a construir a velha história do grupo que precisa, mais uma vez, se unir e trabalhar juntos para vencer um grande mal.

Dentre as novidades a Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen, “Marta Macy May Marlene”) é uma das mais interessantes. Nas primeiras cenas sua personagem traz para “A Era de Ultron” alguns vislumbres de suspense e terror e, à medida que a história avança, evolui muito bem. O seu irmão gêmeo Mercúrio é interpretado sem maiores destaques por Aaron Taylor-Jhonson (“Kick-Ass”), mas de qualquer forma o seu personagem, para a história, tem um peso muito grande. Para completar ainda temos O Visão (Paul Bettany, “Transcendence – A Revolução”) que promete trazer mais dramaticidade para o que está sendo construído nesse grande universo.

Age Of Ultron

Por mais que não seja um filme perfeito, “Os Vingadores: A Era de Ultron” está claramente um passo a frente do primeiro filme e, para o que se propõe, tem muito pouco do que se reclamar. Mesmo sendo um pouco mais sombrio, doloroso e sofrido que os outros filmes da Marvel nos cinemas, é uma das coisas mais divertidas que você irá assistir neste ano de 2015. Imperdível.

***

  1. Assistir um blockbuster como este numa pré-estreia “nerd” é muito divertido. A platéia vibra com as cenas como se fosse uma partida de futebol, do início ao fim. Uma experiência bastante gratificante.
  2. O Homem-Aranha estava na minha sala acompanhando o filme ao lado de Thor e até do Deadpool.
  3. Scarlett Johansson teve 3 dublês durante as filmagens para poder esconder a sua gravidez. Elas eram tão parecidas com a atriz que Chris Evans confessou ter iniciado uma conversa com uma delas sem se dar conta que não era com a Scarlett que estava conversando.
  4. A esta altura todos já sabem que não existe a cena pós-créditos, tem apenas uma durante.
  5. Como não sou digno nem de levantar o martelo do Thor e nem de dividir um controle ao meio, resolvi aproximar para cima a classificação.

Vingadores: A Era de Ultron PosterOs Vingadores: A Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron, 2015 – 141 min)
Ação, Super-Herói, Aventura, Ficção Científica.

Um filme de Joss Whedon com Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Rufallo, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Samuel L, Jackson, Jeremy Reiner, Aaron Taylor-Jhonson, Elizabeth Olsen, Paul Bettany, James Spader, Cobie Smulders, Don Cheadle, Andy Serkis, Thomas Kretschmann, Hayley Atwell, Stellan Skarsgård, Idris Elba, Leila Wong. Julie Delpy e Linda Cardellini

 

16 comentários sobre “Vingadores: A Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron)

  1. Vingadores, foi a melhor coisa que vi este ano, e foi impossível diminuir minha ansiedade, minha expectativa tava lá em Asgard, mais foi o que realmente eu estava esperando, gostei de todos em cena até do Mercúrio, a cena do Visão foi fantástica..vou ficar calado pra não estragar a surpresa que é o personagem e o que ele faz em cena, pra matar a curiosidade tem que ir assistir nos cinemas, Joss Whedon vai deixar saudades não queria que ele deixasse os vingadores….não sou fã dos irmãos Russo…

    Curtir

    1. Os Vingadores é realmente outra vibe, mas esse tá mais ‘Demolidor’ do que o primeiro filme, sem dúvidas. Mesmo cheio de piadinhas e “alegrias” existe a dor e a escuridão (vou anotar isso!)

      Curtir

  2. Achei esse segundo filme muito bom, cumpre com as nossas expectativas. Não acho ele perfeito como Batman o Cavaleiro das trevas por exemplo, mas com certeza valeu o meu ingresso e o Ultron ficou bem desenhado também.

    Curtir

  3. Também tendo a considerar esse melhor que o primeiro, até pelo melhor equilíbrio entre a equipe que no primeiro pendeu muito para o Homem de Ferro. Mas, não me empolguei tanto com a construção de Ultron quanto você, acho que é o único senão do filme, poderia ser muito mais. De qualquer maneira, já cumpriu sua cota empolgando e fazendo dar mais um voto de confiança à Marvel para o que vem por aí.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s