Sob o Mesmo Céu (Aloha)

A vida parece querer sempre imitar a arte e, assim como muitos personagens que criou em suas obras, parece que Cameron Crowe vai ter que aprender a lidar com um grande fracasso. Não sei nem se o tempo ajudará a curar como aconteceu com outros trabalhos seus, onde só o passar dos anos foram capazes de colocá-los em seu devido lugar. E tudo isso por conta do grande alarde que a crítica especializada vem fazendo mundo afora, taxando “Aloha” – que aqui no Brasil ganhou o título criativo título de “Sob o Mesmo Céu” – como um dos piores filmes já feitos, com sérios erros e até ofensas ao povo americano. Quando uma obra já chega aos cinemas com esse estigma, fica difícil convencer o contrário.

Qualquer cinéfilo mais antenado seria capaz de apostar um zoológico, ou um micro system dos anos 80, certos de que este mais recente trabalho do querido Cameron Crowe seria um sucesso. Não tinha como dar errado com um elenco com Bradley Cooper, Emma Stone, Rachel McAdams, Bill Murray, e Alec Baldwin em conjunção com todas as marcas registradas desse cineasta que pode até não ser tão famoso quanto alguns outros mais populares, mas que é muito conhecido pelos mais antenados com o mundo cinema. Com esse elenco acompanhado de uma trilha sonora inesquecível, uma fotografia bela e mais uma história emocionante, o que poderia dar errado afinal?

sob-o-mesmo-ceu

O filme inicia até bem e traz a história de um militar (Bradley Cooper, “Sniper Americano“) que após fracassar em uma missão é enviado de volta para o Havaí, sua terra natal, para supervisionar o lançamento de um satélite. Lá, ele se reaproxima de um amor do passado (Rachel McAdams, “Questão de Tempo“), ao mesmo tempo que conhece e começa a se aproximar de uma esquisita piloto da Força Aérea (Emma Stone, “Birdman“).

Não chega a ser inassistível, mas Cameron Crowe realmente erra a mão em algumas partes, em principal as próximas ao desfecho onde mistura manobras hacker espaciais, tradições havaianas, misticismo, dor de consciência, redenção e muito mais numa salada que está ali apenas para servir como “virada” da velha fórmula das comédias românticas. E o pior, de uma hora para outra tudo acontece muito rápido, não dando a menor chance para o espectador criar alguma empatia e comprar a ‘redenção’ do protagonista.

aloha-movie-wallpaper-2

Sem sombra de dúvidas, “Sob o Mesmo Céu (Aloha)” é o pior trabalho da filmografia de Cameron Crowe, ainda assim, é melhor do que muita porcaria que vive habitando nossas salas de cinema. Tem os seus momentos e não é tão ruim assim como alguns vem dizendo e, se você não for na onda do ódio que acompanha o filme, vai ser capaz de se divertir com Ng (apesar da atuação um pouco exagerada da Emma Stone) ou ainda o personagem de John Krasinski (O eterno Jim de “The Office“) que consegue se comunicar sem abrir a boca, tudo isso acompanhado de algumas belas imagens de uma das ilhas mais lindas do mundo.

***

  1. No famoso vazamento de emails da Sony foi descoberto que muitos executivos da empresa massacraram o filme e odiaram o roteiro. Isso junto com várias críticas negativas que vieram em seguida (e continuam chegando) deixaram o filme com uma missão quase impossível nos cinemas.
  2. A classificação está orbitando a uma altura muito próxima dos 3 controles, mas devido a uma manobra hacker de última hora ficou em 2 de 5 mesmo.
  3. Assista a qualquer filme por sua conta e tire suas próprias conclusões, ninguém por mais que “entenda” de cinema é capaz de dizer se um filme vai ser bom ou não por você. Bom, pelo menos não deveria.
  4. A carreira de Cameron Crowe conta com algumas obras inesquecíveis como “Diga o que Disserem (Say Anything)”, “Quase Famosos”, “Jerry Maguire”, “Tudo Acontece em Elizabethtown” e “Compramos um Zoológico”.

Regular: Classificação 2 de 5

Sob o Mesmo Céu (Aloha, 2015 – 105 min)
Romance, Drama, Comédia.

Um filme de Cameron Crowe com Bradley Cooper, Emma Stone, Rachel McAdams, Bill Murray, Danny McBride, Alec Baldwin, Edi Gathegi, John Krasinski.

9 comentários sobre “Sob o Mesmo Céu (Aloha)

    1. Acho Compramos um Zoológico um filme lindo de morrer hahaha. Adoro aquele filme. Se você já se decepcionou com ele, só posso lhe desejar boa sorte.

      Curtir

  1. Vou dar uma oportunidade mas já ciente do risco de ser ruim.Amigo Marcio já assistiu o novo Filme do Jurassic Park?
    Eu vi no sábado, achei regular,acho que você vai dar 4 controles.

    Curtir

  2. Vou tentar ver essa semana no cinema antes que saia de cartaz.
    Sou fã, então mesmo com críticas negativas irei assistir.
    Só estou com medo porque gente que também é fã também não curtiu muito.
    ehehehehehe

    Curtir

    1. Acho que sempre vale assistir a um filme mesmo com críticas negativas.

      Você do jeito que é fã incondicional é até capaz de gostar mais do filme que, verdade seja dita, não é tão ruim assim. É só que sempre esperamos mais de Crowe.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s