Batman: Dead End (2003)

Eu me lembro da enorme empolgação de assistir ao maravilhoso curta-metragem Batman: Dead End pela primeira vez. Sempre fui admirador de Tim Burton e os seus Batman e Batman: O Retorno, mas o que Sandy Collora conseguiu fazer em apenas 8 minutos foi surpreendente.

Ibagem que dá calafrios

A caracterização do Batman e do Coringa chamaram muito a atenção. O Cavaleiro das Trevas demonstra uma intensidade ameaçadora e o podemos ver a loucura nos olhos do imprevisível Coringa. A escolha dos atores Clark Bartram e Andrew Koenig se mostrou mais do que acertada. Teve gente que afirmou tratar-se do melhor Coringa de todos os tempos. Mal sabíamos que em 2008 teríamos Heath Ledger e em 2019 Joaquin Phoenix, mas Andrew Koenig realmente mereceu os elogios. É uma pena que assim como Ledger ele acabou se suicidando em 2010.

Não nos esqueçamos deste ótimo Coringa!

De acordo com o IMDb, Sylvester Stallone interpretaria o Batman e Mark Hamill faria o Coringa. Ambos desistiram do projeto. O Detalhe é que Mark Hamill já estava acostumado com o personagem, afinal ele deu voz ao personagem em Batman, a série animada.

Se você ainda não assistiu a Batman: Dead End, aí vai:


2 comentários sobre “Batman: Dead End (2003)

Deixe uma resposta para brauns Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s