O Caso Collini (The Collini Case)

Baseado no romance de Ferdinand von Schirach, O Caso Collini é um drama judicial alemão muito bem produzido e com boas atuações. Depois de ser bem recebido na Alemanha ainda em 2019, chegou a vez do filme ser lançado nos cinemas brasileiros. Uma ótima pedida para quem adora um thriller “de tribunal” ou para quem gosta de obras onde um evento aparentemente simples desencadeia uma série de investigações e descobertas.

Na trama somos apresentados a um jovem advogado Caspar Leinen (Elyas M’Barek) que ganha o seu primeiro caso de tribunal. Ele é nomeado para defender o suspeito de um caso de assassinato de um sujeito poderoso da sociedade de Berlim. Um caso aparentemente simples, com provas irrefutáveis contra o suspeito que, por sua vez, não quer comentar sobre o assunto com ninguém, nem mesmo com Caspar.

As coisas começam a se desenrolar mesmo quando Caspar começa a desenterrar os fantasmas por detrás da figura que foi assassinada e que, logo no início, descobrimos que tratava-se de uma pessoa que tinha sido muito presente em sua vida. Quase como um pai, foi justamente por conta dessa pessoa que ele se tornou um advogado. Entra ai então um jogo de conflito de interesses interessante e que discute um pouco sobre o que é, ou pelo menos deveria ser, trabalhar com a justiça e advocacia.

Quanto mais a história do passado dos envolvidos vão sendo descobertas, mas o filme ganha em termos de ritmo. Não se tratam daqueles mistérios truncados e que é preciso sair prestando atenção nos detalhes para acompanhar, na verdade é mais uma viagem ao passado trágico do envolvimento da Alemanha nas guerra das do século passado e, todos sabemos onde tudo isso vai desembocar.

A direção de Marco Kreuzpaintner é bem acertada, em especial no trabalho com o elenco. A parte técnica, por sua vez, consegue nos transportar para um belo filme de tribunal e, quando precisa, nos leva a alguns terrores do passado de forma bem competente. Existe um exagero ou outro em algumas cenas que se utilizam de uma trilha um pouco exagerada para nos evocar sentimentos, mas nada que atrapalhe curtir o filme e embarcar juntos com o protagonista em busca da verdade.

Só que a verdade nem sempre é o que todos esperam, e isso é o que faz de Caso Collini uma obra interessante de ser assistida. Mesmo sendo um daqueles filmes tribunal que, para alguns, já podem estar “manjados“, o fato de ser uma produção muito bem ambientada e ter atuações bem convincentes e cativantes, vai te fazer comprar a ‘briga’ e curtir cada vez que uma tumba da história contemporânea alemã for aberta. A verdade aqui não vem como efeito catártico de salvação no melhor estilo “Deus ex-machina“, longe disso, ela surge para trazer algum equilíbrio que é o que a justiça, enquanto entidade social, deveria sempre buscar.


O Caso Collini
Alemanha | 2019 | 123 min. | Drama – Suspense | 14 anos

Título Original: The Collini Case
Direção: Marco Kreuzpaintner
Roteiro: Christian Zübert, Robert Gold, Jens-Frederik Otto
Baseado no romance de Ferdinand von Schirach
Elenco: Elyas M’Barek, Alexandra Maria Lara, Heiner Lauterbach
Distribuição: A2 Filmes

Um comentário sobre “O Caso Collini (The Collini Case)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s