Ataque dos Zumbis (Office Uprising) | Crítica

Lançado em 2018, “Ataque dos Zumbis (Office Uprising)” é uma comédia de terror estrelada por Zachary Levi (“Shazam“) e do mesmo diretor da série “Cobra Kai” que chega nas principais plataformas digitais agora em março de 2021. Apostando num humor mais exagerado e com muito sangue e pancadaria, esta é uma daquelas produções destinadas para um público menos exigente ou que quer apenas dar algumas risadas sem se preocupar muito com a história.

Na trama conhecemos Desmond (Brenton Thwaites), um fracassado e medíocre empregado de uma fábrica de armas chamada Ammotech. Quando uma bebida energética chamada Zolt é distribuida dentro da empresa e transforma seu chefe e colegas de trabalhos em psicopatas violentos, Desmond vai precisar usar as suas “habilidades” para tentar não ser brutalmente assassinado e mutilado. Para fugir dos assassinos maníacos, ele vai ter a ajuda de seus amigos e da garota que ele gosta (mas nunca se declarou) e que tomou meia lata da bebida.

A ideia de misturar violência e terror com comédia, por mais transgressiva que seja, é uma fórmula que costuma divertir quando bem realizada. O início do filme lembra um pouco ‘Zumbilândia‘ – principalmente na parte em que Desmond descreve seu trabalho – e, em algums momentos, tenta emular (sem muito sucesso) obras como “Todo Mundo Quase Morto“. O maior problema aqui é que nem tudo funciona muito bem, algumas atuações parecem forçadas e existe uma ou outra “piada” com conteúdo sensível que merecia um maior cuidado, ainda mais nos tempos atuais.

Um dia normal de trabalho

Outro erro que enxergo é a escolha do título nacional para o filme. Os mortos-vivos estão um pouco desgastados e, no final das contas, os inimigos ensandecidos e maníacos que vemos aqui não são bem zumbis. Existe uma categoria de filmes ruins que são bons, e este aqui na verdade não se encaixaria nela por ter algumas situações ofensivas para aqueles que gostam de ver filmes mais bem elaborados. Só que isso são apenas detalhes pequenos e que devem ser revelados por todas as pessoas que querem apenas dar algumas risadas sem se preocupar muito com o que estão assistindo.

No final das contas ninguém deve encarar “Ataque dos Zumbis” com muita seriadade. É um filme cheio de situações propositalmente bobas e leves – por mais que tenham pessoas sendo mutiladas e empaladas – que serve exatamente a seu propósito: Entreter aqueles que estão querendo apenas um passatempo e não estejam no clima de acompanhar algo que exija muita concentração. Para este fim, a jornada de fuga do escritório vai ser bem proveitosa.


Ataque dos Zumbis

EUA | 2018 | 92 min. | Ação – Comédia – Terror | 14 anos

Título Original: Office Uprising
Direção: Lin Oeding
Roteiro: Ian Shorr, Peter Gamble
Elenco: Zachary Levi, Brenton Thwaites, Jane Levy, Karan Soni, Gregg Henry, Kurt Fuller, Ian Harding, Barry Shabaka Henley, Alan Ritchson, Sam Daly
Distribuição: A2 Filmes

Um comentário sobre “Ataque dos Zumbis (Office Uprising) | Crítica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s