Minhas leituras em 2021

Antigamente eu fazia as minhas listas de melhores e piores filmes do ano aqui, era de lei, mas vou deixar elas para um próximo post e me concentrar em algo que ocupou o meu tempo e me ajudou a superar mais uma ano de pandemia: Minhas leituras.

O skoob fez um pequeno resumo e, no total, foram 34 livros lidos mais uma revista digital que acabei adicionando lá não sei pra quê.

Abri o ano muito bem lendo Octavia Buttler com seu clássico Kindred, que foi também o maior livro que li, 432 páginas. Para fechar o ano eu li o emocionante “Tchau” de Ricardo Cury que, junto com Kindred, foram minhas melhores leituras do ano.

Assinei o Kindle Unlimited e li muitas publicações de autores independentes e tentei deixar minha estante virtual bastante diversificada. A maioria das leituras que fiz no ano foram de livros escritos por mulheres, alguns deles de autores LGBTQIA+ como o gostosíssimo “A Última Parada” de Casey McQuiston e, num geral, tive poucas leituras ruins e que acho melhor não citar no texto, mas quem quiser saber comenta no post que respondo as minhas “não recomendações”.

Top 5 Melhores

1 – Kindred – Octavia Buttler

2 – Tchau – Ricardo Cury

3 – A Biblioteca da Meia-Noite – Matt Haig

4 – O Aprendiz de Assassino – Robin Hobb

5 – Longo e Claro Rio – Liz Moore

Tem muitos outros livros que merecem destaque como “Fahrenheit 451” de Ray Bradbury e também “A Garota que Não se Calou” de Abi Daré, mas fiquem com a imagem dos meus livros lidos em 2021.

E você, quais livros mais gostou de ter lido neste ano? Comente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s